História

A história começou na época do desbravamento e colonização da Serra Gaúcha, com a penetração dos colonizadores em busca do 'ouro branco' a madeira, pelos idos de 1900. O ponto mais alto do Município, 1.086 metros acima do nível do mar; e Jaquirana desde 1944, nome de origem Indígena YA-QUI-RANA que vem do Tupi Guarani, significa cigarra cantadeira.

 

O patrimônio natural de Jaquirana, representado por um território físico de 895 Km, é dotado de uma topografia caracterizado por montanhas, ondulações, vales, campos e áreas de mata nativa. O Município é recortado por rios, sendo o mais expressivo o Rio das Antas, Tainhas e Camisas. Sua população aproximadamente 6.000 mil habitantes.

 

A principal atividade econômica do Município é a madeira, por isso é chamada de Jaquirana a 'Capital da Madeira', também o cultivo de pomares, criação de bovinos de corte e leiteiros.